Desde que foi autorizada no Brasil em 2005, esta técnica que teve seu inicio no ano de 2000 na Espanha com os trabalho de Juan Cabrera , só tem avançado em todos os serviços de cirurgia vascular.

O fato de não exigir ambientes especializados de alto custo como os hospitalares, caiu como uma luva para o nosso país .
Recentemente Dr Drauzio Varela numa tentativa de popularizar mais ainda e sensibilizar nossos serviços públicos de saúde fez uma ampla exposição mostrando a simplicidade e eficácia da técnica no programa de TV “O Fantástico.” Foi como era de esperar um sucesso .

Com o emprego maciço desta técnica as longas filas do SUS para cirurgia de varizes irão desaparecer.
Seu emprego é ambulatorial, rápido e eficaz podendo ser feito nas Unidades Básicas de Saúde atingindo assim uma camada da população que está afastada de um tratamento eficaz para uma doença que pode ser bastante comprometedora para a saúde .