A maternidade talvez seja o maior gatilho a agir de forma isolada para o surgimento de varizes em membros inferiores, sem contar com a possibilidade de uma genética predisponente como agente facilitador .

É um momento delicado para as mulheres, uma fase de transformação rápida do corpo que, de uma silhueta totalmente sensual, passa para uma maternal. O aumento da pressão intra-abdominal dificulta o retorno sanguíneo, os hormônios facilitadores do parto relaxam a pelve e também agem sobre as paredes venosas, facilitando sua dilatação.

O aumento de volume do útero com o feto em crescimento requer um aumento enorme do volume sanguíneo para dar conta da rápida transformação. Este aumento de volume de sangue no baixo ventre se comunica com as veias das pernas, aumentando a pressão no sistema venoso deste local, facilitando o aparecimento de varizes.

Além da transformação do corpo para a fase maternal, de repente a mulher se vê às voltas com o fato novo das varizes crescendo rapidamente, tomando conta das pernas. Temos, então, mais uma situação angustiante, que precisa ser lidada com cuidado, pois o rosto, o busto e as pernas têm um impacto muito forte na estética feminina. Com o aumento de volume do abdômen e as varizes surgindo, teremos um borramento da imagem de sensualidade tão valorizados na pré-gravidez .

A paciente, por mais aflita que esteja, tem que ter em mente que são fatores temporários e, por pior que seja o quadro varicoso, ele se normalizará em 95 % dos casos, voltando ao estado original .

O que precisa ser feito para que isto ocorra é seguir cuidadosamente a orientação do obstetra quanto ao ganho de peso. Também são recomendados exercícios de caminhada para facilitar o retorno venoso e, quando possível, deve-se elevar as pernas quando em repouso, com o mesmo objetivo de esvaziar as pernas do excesso de sangue, aliviando a pressão local.

O uso das meias elásticas é sempre uma boa orientação, pois um suporte externo para o aumento de pressão dentro das veias vai trazer enorme alívio nos sintomas e evita uma dilatação excessiva.

Alguns eventos agudos podem ocorrer, mas são raros. As flebites são quadros inflamatórios que ocorrem por pequenas obstruções venosas por coágulos de forma localizada em dilatações venosas, mas um anti-inflamatório da bem conta do recado.

O uso de medicamentos flebotrópicos (diosmina , hesperidina etc ) ajudam nos sintomas de peso nas pernas, porém não são tão eficientes como as meias elásticas.